Qual foi a primeira vez que você se encantou por um filme deste estúdio mágico? Seja o filme que for, Hayao Miyazaki e sua equipe sabem encantar adultos e crianças com as mais belas histórias! Conheça agora 5 filmes do estúdio que valem muito a pena serem contemplados…

1) Meu Amigo Totoro. 1988. 

Meu Amigo Totoro, 1988.

Uma criatura tâo fofa merecia encabeçar está lista fantástica! Tonari no Totoro conta a história de duas irmãs, Mei e Satsuki, que se mudam para uma casa nova, para ficarem perto de sua mãe que passa por um tratamento médico. Ao longo do filme, as pequenas passam a conhecer os seres mágicos que habitam as cercanias de sua nova residência, incluindo Totoro, por quem se apegam! Totoro virou símbolo do estúdio e elemento da cultura pop, sendo referenciado em filmes e desenhos como Toy Story 3, Bob Esponja, As Meninas Super poderosas, etc… 

2) A Viagem de Chihiro. 2001. 

A Viagem de Chihiro, 2001.
A Viagem de Chihiro, 2001.

Arrebatadora, Sen to Chihiro Kamikakushi é detentora de trinta e cinco prêmios, dentre eles o Urso de Ouro, do Festival Internacional de Cinema de Berlim, e o Oscar de Melhor Animação – sendo, até hoje, o único filme de língua não-inglesa a ganhar o prêmio. Chihiro é uma garotinha de dez anos que fica presa no mundo dos espíritos pois seus pais o desrespeitaram e, como punição, viraram porcos. Agora, Chihiro terá que trabalhar duro e provar seu valor para poder salvar sua família.  

3) Túmulo dos vagalumes. 1988. 

Túmulo dos vagalumes, 1988.
Estúdio Ghibli. Túmulo dos vagalumes, 1988.

Emocionante é pouco para esta obra-prima! Hotaru no Haka se passa durante a 2° Guerra, no Japão que está prestes a se render aos Aliados, e conta a história dos irmãos Seita e Setsuko, e de como – depois de um bombardeio americano ter destruído sua cidade -, tentam sobreviver ao caos. Ironicamente, o filme se torna mais pesado com a delicadeza da pequena Setsuko, sua ingenuidade e sua relação fraterna e amorosa com Seita. Toda a poesia destrutiva do filme finaliza com cenas de arrancar sentimentos e lágrimas de todos! 

4) O Castelo Animado. 2004. 

O Castelo Animado, 2004.
Estúdio Ghibli. O Castelo Animado, 2004.

Divertido, Hauru no Ugoku Shiro é filme pra família toda – não que os outros não sejam, mas este possui elementos dramáticos, de comedia, fantasiosos e personagens cativantes que agradam facilmente a muitos gostos. O longa narra a história de Sophie, uma garota sem sonhos que, por inveja de uma feiticeira, torna-se velha do dia pra noite. Sendo assim, ela tenta arranjar um antidoto para tal maldição – e este antídoto está num castelo ambulante cheio de vida comandado por Howl, um outro feiticeiro. 

5) O Reino dos Gatos. 2002. 

O Reino dos Gatos, 2002.
O Reino dos Gatos, 2002.

Também divertido, Neko no Ongaeshi é uma delícia de filme! Haru, uma pré-adolescente problemática, salva um gatinho da morte certa – iria ser atropelado, o bichano. Como agradecimento, o Rei dos Gatos a convida para conhecer seu reino – mas tudo não passava de um plano para arranjar uma pretendente para seu filho, Príncipe Lune. 

Veja também: Crítica | Uma Aventura Lego 2 – Animação para gente grande