Doutor Sono│O que podemos esperar da continuação de O Iluminado

Danny Torrance retorna do pesadelo de Overlook.

0

Doutor Sono, é a continuação da obra de Stephen King, O Iluminado, um novo terreno a ser estudado e analisado pela sequência.

O livro trás de volta Danny Torrance, o garotinho com super poderes e King deixa evidente no livro que nunca esqueceu do garoto agora já crescido, e superado a experiência horrível no Hotel Overlook.

Doutor Sono começa um ano após a destruição do Overlook, no fim de O Iluminado, e segue através o crescimento de Danny o garotinho em que todos querem saber o que aconteceu e vindo de uma família disfuncional. De certo, modo Jake Torrance foi uma personagem que King criou como autobiografia e não houve necessidade de colocar o filho como foco principal.

Foto/Divulgação

O Iluminado trouxe muita perturbação, já a continuação à convivência com os demônios. A fase de criança do Danny passando para a adulta é essencial para reviver os momentos que ele passou em Overlook, encontrar alguns personagens memoráveis e o medo obviamente que o autor passou, na adaptação seria o melhor inicio de apresentar o filme ao publico.

Stephen passou a escrever seus livros e sempre deixou a marca do alcoolismo – pelo próprio ter tidos seus problemas, é como se ele tivesse criado sua própria filosofia a partir do seu problema e que passar a diante – evidente, de fato no personagem principal que passa por essa mesma questão, então deve ser aproveitada no longa.

Sem muitas informações ainda sobre a sequência a conclusão a ser bem trabalhada é a vivência toda de Danny, desde as suas superações e a volta dos seus poderes átona fazendo a construção de uma pessoa forte e controladora como já escrito no livro.

Uma boa observação é que em Doutor Sono não tem a presença do medo daquilo que te assombra e sim aquele medo mais real como os problemas da vida adulta/ finais dos ciclos. Deixando de ser aprendiz e se tornando um mestre que reprime seus medos e problemas, com uma pitada de alivio cômico, típico de Stephen King.

Foto/Divulgação

Um dos pontos que o filme necessita expor é os flashbacks de Danny com o seu pai alcoólatra e violento, os lugares em que a tensão ficou clara no hotel e a mente perturbada de um indivíduo tentando lutar contra seus demônios.O filme deve cativar as pessoas através dos personagens isso é fato, o amor trás o ódio e chama o horror, não é um ponto a citar e, sim relembrar.

Stephen afirma que não se identifica com o primeiro filme, porque como ele mesmo afirma “Kubrick, o hotel Overlook congela e no livro, de Stephen King o hotel Overlook queima” King foi mais cálido em relação ao enredo e o filme trouxe frieza de comportamento como ele está acompanhando toda a trajetória de Doutor Sono vemos não só os fãs, mas o próprio autor estar animado para o filme:

“Este filme vai explodir sua mente. Se você tiver alguma esquerda depois de IT: capítulo 2, é isso.”

Essa é uma boa base para o filme e que esperamos ter sido trabalhada, as adaptações estão bem rápidas já que depois de IT: 2 chega Doutor Sono para as telas dos cinemas em 7 de novembro.