Após a primeira apresentação no Festival Internacional de Cinema de Xangai, o filme seria lançado primeiro na China na semana que vem, no entanto esse lançamento foi cancelado.

O produtor do filme Huayi Brothers Media, disse em seu comunicado oficial: “Após consulta entre a equipe de produção e outras entidades, The Eight Hundred cancela sua estréia original em 5 de julho e desocupa temporariamente a data de lançamento do verão. A nova data de lançamento será anunciada mais tarde. ”

poster de The Eight Hundred

O comunicado não deixa claro os motivos do cancelamento. No entanto a teoria mais discutida entre os profissionais da indústria é que o filme ofendeu figuras importantes do partido comunista Chinês; porque o filme retrata a guerra sino-japonesa em que os nacionalistas Chineses (Kuomintang) eram os heróis, e nao os membros do partido comunista de Mao Zedong. 

Apesar dos eventos do filme contar uma historia real que serve de motivo de orgulho para o povo. O partido comunista pode ter achado ofensivo e anti-político já que neste ano estão comemorando 70 anos da vitória de e Mao sobre o Kuomintang.

cartaz do filme The Eight Hundred

2019 se tornou o ano mais repreensivo da cultura Chinesa, vários filmes foram proibidos, banidos e censurados no país. A versão teatral do The Eight Hundred pode se tornar o cancelamento mais caro até hoje. Dirigido pelo respeitado diretor Chinês Guan Yu, o filme foi o primeiro longa-metragem chinês filmado inteiramente em câmeras Imax. Apresentou um elenco de estrelas e foi feito com um apoio notável de Hollywood. 

O filme terá um grande prejuízo na China, a esperança que resta para os investidores é o mercado internacional.

Fonte: Hollywoodreporter