Rainhas do Crime é uma adaptação da HQ “The Kitchen”, publicada pelo selo Vertigo da DC Comics. Ambientado em 1978, o longa conta a história de Kathy, Ruby e Claire, três mulheres que decidem entrar para o mundo do crime após a prisão de seus maridos, membros da máfia Irlandesa. Ao terem ajuda negada pela máfia e passarem por uma grande dificuldade financeira, as esposas decidem tomar o controle de Hell’s Kitchen, que até então era comandado pelos irlandeses.

O longa é repleto de coisas boas, mas quem realmente se destaca é o trio de protagonistas; e isso não poderia ser diferente. Melissa McCarthy, Elizabeth Moss e a ascendente Tiffany Haddish dão um show de atuação. Certamente, é quase impossível não se sentir maravilhado ao ver essa trindade em tela. O roteiro e a direção de Andrea Berloff são bastante eficientes e conseguem passar todo o sentimento da produção para o público.

O fato de ser um filme escrito, dirigido e protagonizados por mulheres, traz mensagens fortes de empoderamento para o público feminino; a representatividade é mais que necessária para essa produção. O longa mostra a que ponto essas mulheres podem chegar para se manterem estáveis em uma época dominada pelo machismo. A falta de oportunidades, relacionamentos abusivos, submissão e assédios são um dos principais assuntos. É um filme para todos os gêneros, mas com uma grande mensagem para as mulheres.

Crítica | Rainhas do Crime
Rainhas do crime / Warner Bros. Picture

A cenografia e os figurinos são belíssimos e nos faz acreditar que aquilo tudo que vemos realmente está acontecendo nos anos setenta. A trilha sonora é fantástica e a fotografia primorosa, passando o aspecto de um bom filme de máfia no período em que se passa. E isso tudo é graças ao incrível trabalho de Berloff na direção.

O enredo do longa é envolvente e nos prende a atenção. As viradas de trama são impactantes e dá aquela sensação de curiosidade pra saber como tudo vai se desenrolar. O plot do filme talvez seja um pouco previsível, mas surpreende de certo modo e faz sentido dentro daquele contexto.

Rainhas do crime é uma das melhores produções lançadas esse ano. É singela, mas ainda sim é muito forte, com mensagens para o público e muito bem trabalhado. É um daqueles filmes que nos fazem indicar aos amigos e querer assistir novamente.

Rainhas do crime chega aos cinemas nacionais em 9 de agosto.

Assista ao trailer:

REVER GERAL
Crítica | Rainhas do Crime - Empoderado e cativante
Avatar
Nerd, apaixonado por filmes, desde Titanic até Vingadores e Harry Potter; Ama séries, desde The Walking Dead, Vikings até 13 Reasons Why; Curte umas animações desde Toy Story e Minions até Big Mouth e Family Guy. Frita sempre que houve um EDM. Seu hobby favorito é ir ao cinema, ler uns livros da hora e sair com os amigos pra um papo cabeça sobre viagens no tempo e origem da vida. Resumindo: É um naufrágo herói bruxo zumbi viking, apaixonado, desbocado e dançarino.