Recentemente, Tarantino resolveu defender a sua versão de Bruce Lee que aparece no filme “era uma vez em Hollywood”. Ele retrata Bruce Lee como um tipo arrogante que insulta constantemente o boxeador Muhammad Ali, afirmando que poderia derrota-lo.  Durante um encontro de imprensa ele disse:

bruce lee verdadeiro em gravação de filme

“ Bruce Lee era um tipo arrogante. Do jeito que ele está no filme, e nem mostrei tudo. Eu o ouvi dizer coisas assim, desse tipo. Se as pessoas estão dizendo: ‘Bem, ele nunca disse que poderia bater em Muhammad Ali’, bem, sim, ele disse. Ele não apenas disse coisas assim, mas sua esposa; Linda Lee, disse em sua primeira biografia. Que ele diz exatamente isso.”

bruce lee no filme “era uma vez em Hollywood

A filha de Bruce lee, Shannon Lee, rebateu as palavras de Tarantino e disse: “Ele devia calar a boca. Uma das coisas que está incomodando em suas respostas é que, por um lado, ele quer colocar isso como fato e, por outro lado, ele quer dizer que é ficção.”

“[Tarantino] poderia retratar Bruce Lee como ele queria, e ele fez”, disse Shannon Lee. “Mas é um pouco insincero para ele dizer: ‘Bem, é assim que ele foi, mas este é um filme fictício, então não se preocupe muito com isso'”.

Tarantino em coletiva de imprensa

Lee disse que a confiança de seu pai podia ser confundida com arrogância, além disso a forma que Tarantino fala dele remota ao preconceito que ela já tinha ouvido antes, principalmente de outros homens brancos que faziam artes marciais e em Hollywood.

Dan Inosanto, parceiro de treino de Bruce lee,  também rejeitou a idéia de que; Ele teria se gabado de ser capaz de derrotar Muhammad Ali em uma entrevista para a Variety.


Fonte: variety