Em uma entrevista durante o Festival de Veneza, o cineasta Brian de Palma disse estar trabalhando em um filme baseado no escândalo de assédio.

Getty Images

Segundo o diretor, será usado como base os casos noticiados pelo The New York Times. “É basicamente um filme de suspense usando isso como pano de fundo histórico”, disse de Palma.

De acordo com de Palma, ele ficou sabendo do que acontecia nos bastidores durante a “era Harvey Weinstein “. “Por causa dos meus anos trabalhando dentro e fora de Hollywood, eu estava ciente do tipo de abuso contra as mulheres que estava acontecendo. E sendo um diretor que dirige mulheres o tempo todo, você é muito sensível à forma como elas são tratadas no filme que você está fazendo“, disse.

Um dos maiores escândalos de Hollywood, teve o produtor de cinema Harvey Weinstein como acusado de assediar dezenas de mulheres. Em 2018, cerca de 70 mulheres acusaram Weinstein de má conduta sexual, incluindo estupro. Entre elas, jovens atrizes e outras mulheres que trabalhavam na indústria de cinema. Os primeiros casos foram noticiados em outubro do ano passado pelo The New York Times.

Cineasta Brian de Paula e Susan Lehman no Festival de Veneza — Foto: REUTERS/Yara Nardi

Aos 78 anos, Brian de Palma é um veterano do cinema. Ele dirigiu clássicos como Carrie – A Estranha (1976), Os Intocáveis (1987) e Scarface (1983).