O produtor executivo de “Watchmen“, Damon Lindelof, revelou o primeiro episódio da nova série da HBO aos fãs na Comic-Con de Nova York nesta sexta (04), dando uma ideia de como será a história que irá se basear nos quadrinhos de Alan Moore e David Gibbons. A série será uma continuação e uma extensão da história em quadrinhos da DC Comics.

O portal IGN publicou que Watchmen “parece ter o potencial de ser uma continuação fiel ao clássico de Alan Moore e David Gibbons, embora também seja claro que esta é uma produção de Lindelof, sendo uma experiência elíptica e potencialmente desafiadora como a sua série anterior da HBO, The Leftovers”.

O site de mídia americano CNET também postou um artigo nesta sexta, dizendo que o episódio piloto da série “nos traz para uma jornada musical para dentro do mundo inspirado nos quadrinhos”. Segundo o site, o episódio é cheio de explosões, grandes batalhas e lembra um pouco as cenas de luta de “Matrix“, com cenas de ação e tiroteios em câmera lenta.

O site ainda acrescenta: “O que é particularmente fascinante sobre o início de Watchmen é como a série não se apega muito ao aspecto de ficção-científica de seu próprio mundo. É insinuação, mas o episódio parece mais próximo de realidades alternativas de séries como The Man in the High Castle e The Handmaid’s Tale. De certa forma, este primeiro conto é algo que poderia acontecer na vida real se algumas circunstâncias e reviravoltas trágicas fossem adicionadas à linha do tempo”.

Durante o painel de exibição, Damon Lindelof disse que sua intenção não é divulgar o roteiro inteiro. A primeira temporada terá nove episódios, tendo um início, meio e fim. “Planejamos estes nove episódios para sabermos para onde exatamente estávamos indo”, ele disse no painel. Sobre o final, o produtor executivo disse que não planeja terminar a temporada com algum tipo de cliffhanger. Dependendo das conversas em relação à série assim que ela sair, eles podem levar uma segunda temporada em consideração.

Sobre o episódio em si, quem estava na Comic-Con de Nova York pôde sentir um gostinho de como serão os personagens da série. Regina King, vencedora do último Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, pôde ser vista pela primeira vez interpretando a personagem “Irmã Noite“. Segundo o portal IGN, a atriz “já traz um senso de realidade e urgência à personagem que diferencia este Watchmen de seus antecessores”.

Jeremy Irons também aparece interpretando uma versão mais velha de Ozymandias, embora o personagem dos quadrinhos nunca fosse realmente nomeado na série. As máscaras de Rorschach são usadas por um grupo supremacista branco chamado de “Sétima Cavalaria”, que de alguma forma a tomou como símbolo após os eventos dos quadrinhos originais. Já o Doutor Manhattan é tratado na série como uma figura histórica importante. O que ficou claro é que a série irá focar em apresentar personagens novos neste primeiro episódio.

No geral, para uma série que não recebeu nem sequer o nome de Alan Moore no projeto (tamanha aversão do escritor à adaptações e sequências de suas histórias), Watchmen parece ser um investimento intrigante por parte da HBO, e os fãs mal podem esperar para poder voltar ao mundo destes heróis.

Watchmen estreia na HBO no dia 20 de outubro de 2019.