Segundo informações divulgadas pelo site NME, dadas por Mikey Sutton, a Warner Bros. Pictures e a DC Films estão desenvolvendo um novo filme sobre Lex Luthor, o icônico vilão do Superman. O longa seria no mesmo estilo de “Coringa” (2019), com um ar mais sombrio e ausente de qualquer universo estendido, estabelecendo, de vez, a chamada linha de filmes do selo DC Black.

“Para o WB, isso tem o potencial de ser um cidadão moderno dos dias de hoje. Você vê Luthor crescer de um garoto intelectual constrangedor, de um corrupto empresário rico ao cargo de presidente dos Estados Unidos. Consiga uma classificação R e deixe as histórias em quadrinhos para trás, mas talvez insira algo no meio da história, como fazer de Lois Lane sua primeira-dama, mas também a repórter que o derruba.”, afirmou Sutton em sua página no Facebook, a “Geekosity: All Things Pop Culture“.

“O Vício”.

Dessa forma o filme não teria o Homem de Aço (só contando com a possível participação de Clark Kent) e seria focado na vida de Luthor, desde a infância até se tornar presidente dos EUA, o mostrando como corrupto e focado em alcançar seus objetivos, custe o que custar.

Todd Phillips, o diretor de “Coringa“, disse há um tempo que apresentou outros dois projetos à Warner, sendo um deles sobre um anti-herói e os outros dois sobre vilões que seriam inseridos no DC Black.

Vale lembrar, que rumores há algum tempo indicaram que Ryan Gosling (“Drive“) viveria o personagem em um filme solo, com direção e roteiro de Joe Wright (“O Destino de uma Nação“). O personagem já foi interpretado por Kevin Spacey (“House of Cards“), Jesse Eisenberg (“A Rede Social“) e Gene Hackman (“A Conversação“). Nada foi confirmado pela Warner.