Witnesses | Sobreviva aos primeiros 5 minutos e você verá um bom filme de terror

0

Para ser mais exato, se você conseguir passar dos 4:32 minutos, então terá a chance de ver um filme competente de terror. Pois Witnesses, depois do começo sofrível (realmente sofrível) tem conteúdo para mostrar. Vamos falar dele

O que tem de ruim em Witnesses

O diretor e roteirista Christopher Burgart decidiu criar o filme naquele formado A Bruxa de Blair, REC, Atividade Paranormal, etc. Ele é narrado do ponto de vista de um documentário, então os ângulos, o áudio, a trilha, enfim, toda a construção do que está na cena e do que os personagens sabem foi feita com base nessa premissa.

Aí nós já esbarramos no primeiro e colossal problema. Como os personagens não teriam acesso à todas as informações necessárias para que o público possa apreciar o filme completamente, então o roteiro toma uma atitude preguiçosa.

A primeira cena é feita com um policial contando sobre os casos que ocorreram em que os jovens estão envolvidos (os protagonistas do filme). Para aumentar o mistério, esse policial está protegido por um efeito para esconder o seu rosto, como nos jornais, e todo o relato é narrado com aquela voz grossa e distorcida. Entre as explicações a montagem incluiu também cenas de Telejornais falando sobre o caso.

Essa explicação toda dura um pouco mais de 4 minutos. São 4 minutos que beiram o insuportável, com exposições preguiçosas, voz distorcida de jornal ruim e montagens redundantes de diversos telejornais falando sobre o caso.

Depois, o filme todo será uma forma de mostrar ao público o que realmente aconteceu.

Se você passar dessa parte inicial, parabéns. O filme melhora, veja bem, jamais vai ficar ótimo, mas ele melhora muito.

O que dá para aproveitar no filme

Quando o filme começa? Quando um arquivo de vídeo é executado e nós podemos assistir aos acontecimentos como se fossemos pessoas pesquisando as informações dentro de uma área secreta na polícia.

Era isso o que os produtores e responsáveis pelo filme queriam, que tivéssemos essa sensação especial de “informações sigilosas”, encontrada nos grandes documentários.

Funciona? Bem, enquanto sensação de sigilo absoluto ou documental: não.

Mas pode render bons sustos se você ver o filme como se assistisse REC, ou A Bruxa de Blair. Envolva-se com os personagens, entre em suas vidas, aceite que eles estão interpretando pessoas comuns em dias comuns e depois deixe que os antagonistas causem terror.

Se a sua suspenção da realidade for boa o suficiente, conseguirá encontrar cenas interessantes no filme.

Há coisas realmente muito boas, como a violência em primeiro plano, ou câmeras jogadas testemunhando momentos de terror quase com uma atmosfera pornográfica de tão próxima e visual. Tem uma montagem da ligação para a policia contando sobre os crimes que também ficou bem-feita. Por outro lado, em alguns momentos o filme perde a dose, até mesmo chegando ao bobo ou vulgar.

Uma palavra: escapismo

Enfim, para quem curte terror e não quer se comprometer com grandes títulos, daqueles que se você “não assistir direito” (odeio essa expressão) não vai absorver tudo, Witnesses é perfeito.

Por qual razão ver o filme

Witnesses é novo, a linguagem é atual, as cenas fazem sentido, as atuações são medianas, tirando a montagem inicial, depois a equipe de produção fez um filme até que competente. E não há nada o que captar de extras. Sem referências filosóficas, sem complicações ou roteiros profundos.

Um filme de terror do tipo: mocinhos vão para um lugar que não deveriam ir, lá eles pisam na bola, um cara violento toca o terror e o público pode assistir e torcer para esse vencer, aquele se ferrar e, vez ou outra, levar a mão ao pescoço e dizer “CARACA! NOSSA, ELE ARRANCOU, PÔ, NOSSA!”

Avisos finais

Como gosto de falar e já peço nos meus últimos artigos. Estou completamente mergulhado no gênero de Terror. Então, se você quer ver a crítica de algum filme aqui na página, basta deixar o comentário no Facebook, que eu estou acompanhando todas as respostas.

Pode pedir daquele filme que você viu algum dia sem querer em um streaming qualquer da vida, esses são os mais interessantes.

Esse redator também é escritor. Se estiver com vontade de pegar uma leitura leve, rápida, com cenas marcantes e muitos assassinatos, conheça os meus dois livros. Um Link está aqui, o outro aqui.

Obrigado pela leitura.

Abaixo o Trailer: