Presidente da Warner diz que o Brasil não é atrativo para a HBO Max

0
A nova plataforma de streaming da Warner, a HBO Max, vai ser lançada em Maio de 2020.

Foi confirmado que chegará na América Latina, com exceção do Brasil.

Em um comunicado enviado à imprensa, a WarnerMedia revelou ter chegado a um acordo para comprar a participação da HBO Ole Partners, a HBO Latin American, porém não inclui a HBO Brasil, que tem a sua própria estrutura no país.

No comunicado, o presidente da WarnerMedia International Networks, Gerhard Zeiler, explicou o motivo de não achar o país atrativo para a empresa:

Temos a opção de adquirir os negócios no Brasil, mas não faremos isso no momento. Investimento direto adicional no Brasil não é atualmente atrativo para nós devido à incerteza regulatória existente no país. Apoiamos e continuamos otimistas quanto aos esforços em andamento para alterar a lei do SeAC de sorte a garantir que o setor de mídia tenha uma estrutura regulatória clara e previsível que promova o investimento e a inovação.

Presidente da Warner diz que o Brasil não é atrativo para a HBO Max
Hollywood Reporter

Em 2011 foi aprovada a Lei 12.485/2011, a qual Zeiler se refere.

Ela não permite que a mesma empresa produza conteúdo e o distribua em TV por assinatura.

Como a AT&R, dona da Sky, comprou a WarnerMedia, a operação da companhia no Brasil enfrenta conflitos regulatórios.

A empresa também informou que não há prazo para incluir o Brasil nas negociações.

Confira também o conteúdo que estará disponível na HBO Max.

Fonte: Torre de Vigilância.