Robert Downey Jr. tinha outra frase em mente para o fim de “Ultimato”

0

A trajetória da Marvel nos cinemas pode ser descrita como um verdadeiro marco cultural. Durante 11 anos, uma trama coesa (longe da perfeição, é claro) e abrangente foi construída pelas mãos do estúdio. O que começou como um risco tomado em 2008, com Homem de Ferro, terminou com a maior bilheteria da história (quase $2.8 bilhões) em Vingadores: Ultimato.

Robert Downey Jr. tinha outra frase em mente para o fim de "Ultimato"
Walt Disney Studios

O personagem mais presente na saga foi, sem dúvidas, Tony Stark, interpretado por Robert Downey Jr.. Dos 23 filmes, ele aparece em mais de 10, se contarmos sua participação em O Incrível Hulk. Stark foi fundamental para a criação do UCM, estabelecendo, inicialmente, o tom do universo e, eventualmente, no fechamento de seu ciclo.

A emblemática cena, no ápice de Ultimato permanecerá impressa na memória dos fãs. Embebido em arrogância, Thanos se diz inevitável. A reposta vem de Tony Stark:

E eu sou o Homem de Ferro”

O herói então estala os dedos, em um sacrifício que reduz as tropas inimigas ao pó.

Muitos consideram a sequência perfeita e extremamente respeitosa aos personagens envolvidos. Acontece que justamente um dos envolvidos tinha uma ideia um pouco diferente para o desenrolar dos eventos.

Robert Downey Jr. tinha outra frase em mente para o fim de "Ultimato"
Walt Disney Studios

Segundo o site Comicbook, Robert Downey Jr. imaginou outra frase sendo proferida por seu personagem durante o climax do filme. O ator disse que, ao invés da referência ao seu primeiro longa no UCM, pensou em dizer “Oh, snap!”

A expressão do inglês é difícil de ser traduzida. Ela é usada, geralmente, em contextos de surpresa ou desagrado. Entretanto, a palavra snap pode ser traduzida como estalo, ou estalar. Um bom trocadilho, que, convenhamos, ficaria muito aquém do resultado final.

Confira também: Dolittle | Veja o primeiro trailer do filme estrelado por Robert Downey Jr.

É possível que o ator estivesse apenas brincando. Ainda assim, a cena original passou por uma refilmagem, quando o filme já se encontrava em um estágio bastante avançado de produção. Originalmente, de acordo com o editor do filme, Jeff Ford, Tony Stark estalaria os dedos sem dizer uma única palavra. Considerando sua honrada fama de falastrão, a estranheza seria inevitável. O ator, que na época já havia concluído as filmagens, precisou ser convencido a voltar ao personagem.

Seja como for, através de frases e ações, o desejo dos fãs foi atendido. Ultimato fechou um ciclo demonstrando muito carinho por seus personagens, mesmo ao deixá-los partir.