Justiça ordena retirada do especial de Natal do Porta dos Fundos da Netflix

0

Nesta quarta (08), a justiça do Rio de Janeiro ordenou a retirada do polêmico especial de Natal do Porta dos Fundos do catálogo da Netflix.

Sob o título de “A Primeira Tentação de Cristo” o especial trouxe diversas polêmicas por retratar um Jesus Cristo homossexual. As informações são da Coluna de Ancelmo Gois, no site O Globo.

“Observatório do Cinema”

A decisão foi feita por meio da 6ª Câmara Cível, pelas mãos do desembargador Benedicto Abicair. O pedido havia sido recusado na primeira instância.

O pedido de censura foi feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. Confira, logo abaixo, a conclusão do desembargador:

Por todo o exposto, se me aparenta, portanto, mais adequado e benéfico, não só para a comunidade cristã, mas para a sociedade brasileira, majoritariamente cristã, até que se julgue o mérito do Agravo, recorrer-se à cautela, para acalmar ânimos, pelo que concedo a liminar na forma requerida.”

Em Dezembro, na véspera de Natal, a sede do Porta dos fundos, localizada no Rio de Janeiro, foi atacada por um indivíduo munido de coquetel molotov. Não houve grandes estragos.

A Netflix e o Porta dos Fundos ainda não se pronunciaram sobre o caso. Até o momento o especial de Natal ainda permanece no catálogo do streaming.

Ouça o nosso podcast: