Ironicamente, Dilma é a única brasileira a aparecer em dois filmes indicados ao Oscar simultaneamente

0

Nesta edição do Oscar, a ex-presidente, Dilma Rousseff se tornou a primeira brasileira a participar de dois filmes indicados à premiação simultaneamente.

O feito chamou a atenção por sua peculiaridade e até um certo humor. Ela está tanto no documentário “Democracia em Vertigem” quanto no longa “Dois Papas” do diretor brasileiro Fernando Meirelles (“Cidade de Deus“).

Sua participação no filme sobre a Igreja Católica é breve, mas mesmo assim a menção é válida. Ela aparece durante os eventos da Copa do Mundo de 2014, sediada no Brasil.

Cena do documentário de Petra Costa. “O Globo”.

O perfil “Dilma Bolada, destinado ao humor acerca da figura da política, reagiu ao fato inusitado e se disse honrado por estar entre os indicados.

Ambos são produções da Netflix e foram muito elogiados pela crítica. O documentário trata dos acontecimentos em volta do impeachment de Dilma.

Já o longa de Meirelles, trata da amizade entre o ex-papa Bento XVI e o atual papa, Francisco, baseado em acontecimentos reais, o filme discute a oposição entre dois tipos de fé, igualmente legítimas.

Cena de Dois Papas. “UOL”.

O longa de Petra Costa (“Elena”) concorre a categoria de Melhor Documentário em Longa Metragem. As reações a indicação foram diversas e as redes sociais viraram verdadeiros campos de batalha.

Enquanto que o de Meirelles, está na disputa entre as categorias de Melhor roteiro adaptado, melhor ator (Jonathan Pryce) e melhor ator coadjuvante (Anthony Hopkins).